Publicidade
Início 5x5TecSummit Iniciador de pagamento do BB será lançado em breve, diz executiva

Iniciador de pagamento do BB será lançado em breve, diz executiva

Fonte: Depositphotos

O Banco do Brasil está se preparando para atuar como iniciador de pagamento em breve. A gerente de open banking da instituição, Karen Machado, confirmou a criação do serviço durante o 5×5 Tec Summit nesta quinta-feira, 9: “No BB, nós olhamos para essa oportunidade. Inclusive, fomos certificados e temos todos os padrões de segurança necessários para atuar como iniciador de pagamento. Muito em breve estaremos na rua”, revelou.

“Teremos negócios disruptivos e inovadores no open banking, como a transação de iniciação de pagamento. Aqui, o Pix encontra o open banking. Isso começou na fase 3, no dia 29 de outubro [deste ano]. Tem um potencial para mudar a dinâmica da área de pagamentos, em especial para pessoa jurídica e empresas que atuam no e-commerce. Traz fluidez para pessoas físicas nos pagamentos no e-commerce”, explicou Machado.

Vale lembrar, a figura do iniciador de pagamento permite ao consumidor que pagar com Pix dentro de um app de e-commerce seja levado diretamente para a página do banco, onde precisará apenas se autenticar e digitar sua senha para concluir o pagamento, em uma jornada mais fluida, com menos etapas ante ‘o copia e cola’ de dados para efetuar uma transação com um comércio.

Notícias relacionadas

Começo do sistema aberto

Com as três primeiras fases de open banking implementadas pelo Banco do Brasil, a gerente fez uma breve análise deste primeiro ano de operação no sistema aberto. Machado explica que pelo lado de negócios, os bancos já começam a disputar mais os clientes em um modelo de “churn e retenção”. E, embora tenham grandes desafios de integração, as instituições bancárias começam a analisar os dados.

“Os números ainda são tímidos. Temos poucos milhares de clientes que aderiram ao open banking. Mas começamos a ganhar tração”, concluiu.

5×5 Tec Summit

O evento 5×5 Tec Summit é organizado pelos portais jornalísticos especializados Convergência Digital, Mobile Time, Tele.Síntese, Teletime e TI Inside, com a proposta de debater a modernização de cinco setores essenciais para a economia brasileira: governo, saúde, energia, finanças e entretenimento. Nesta sexta-feira, 10, o assunto a ser abordado é o entretenimento, finalizando o ciclo de debates.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sair da versão mobile