Papéis de telecom despencam junto com a Bolsa

As cotações dos papéis das empresas de telecomunicações despencaram junto com a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), que fechou em baixa de 8,08% nesta segunda-feira, 8, refletindo o pessimismo do mercado de ações mundial diante do rebaixamento da avaliação da dívida norte-americana pelo Standard & Poors. "Está todo mundo pulando fora: estrangeiros e investidores locais, todos realizando seus prejuízos", disse um analista especializado em telecom.
Uma das maiores quedas entre as teles foi das ações ordinárias da TIM Participações (TIMP3), cujo valor caiu 8,54%, fechando em R$ 7,60. A Telesp também sofreu perdas duras: suas ações ordinárias (TLPP3) baixaram 8,15%, ficando cotadas em R$ 37,65. As preferenciais da companhia (TLPP4), por sua vez, caíram 8,01%, precificadas a R$ 43,06 no fim do pregão. Na Brasil Telecom, as ordinárias (BRTO3) caíram 5,06% e as preferenciais (BRTO4), 7,18%. Os papéis TNLP3, TNLP4 e TMAR5, também do grupo Oi, caíram 7,58%, 7,32% e 4,26%, respectivamente.
Análise

Notícias relacionadas
Os analistas financeiros lamentam o desespero dos investidores e lembram que alguns dos papéis de telecom vinham desempenhando de maneira satisfatória este ano, especialmente aqueles da Telesp e da TIM. "A Telesp é uma boa opção defensiva em razão dos dividendos distribuídos. E a TIM está se saindo bem em termos operacionais e se recuperando financeiramente", comentou um analista. A crise na Bolsa, em princípio, não deve afetar a troca de ações da Oi.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.