Na América Latina, 38% dos domicílios com Internet consomem conteúdo pirata

Pouco mais de um terço dos domicílios que consomem conteúdo de vídeo pirata online na América Latina não assina nenhum serviço de TV paga. O restante (64%), além de consumir conteúdo pirata, contrata algum serviço de TV por assinatura. Os dados são de pesquisa da BB Online.

De acordo com o levantamento, apenas na base pirata que não paga por uma assinatura de TV, as perdas com a pirataria de vídeo online na região variam entre US$ 730 milhões e US$ 3,24 bilhões ao ano. O primeiro valor equivale à recuperação da assinatura nos domicílios que consomem conteúdo pirata e que declararam que contratariam o serviço se não houvesse a opção da pirataria. O valor mais alto é referente à conversão de toda a base pirata que não tem TV paga para o serviço pago.

Notícias relacionadas

Dos 71 milhões de lares na região que contam com o serviço de Internet, 27 milhões (38%) consomem conteúdo via pirataria online, sendo 5 milhões através das IPTV boxes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.