Défict da balança comercial é recorde em 2010, segundo Abinee

O déficit da balança comercial do setor eletroeletrônico ficou em R$ 27,3 bilhões no ano passado, de acordo com dados divulgados pela Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee). O saldo devedor foi 56% acima do registrado em 2009 (US$ 17,5 bilhões) e 23% superior ao de 2008 (US$ 22,1 bilhões). Segundo a entidade, o resultado foi consequência do modesto crescimento das exportações (+1,8%) e do aumento expressivo das importações (+39,8%).
Um dos principais segmentos que contribuiram para a retração das exportações foi o de telecomunicações, que totalizou R$ 1,33 billhão em vendas externas no ano passado, valor 21,3% menor que o registrado em 2009. Somente as exportações de telefones celulares recuaram 30%. Por outro lado, as importações do segmento atingiriam R$ 2,86 bilhões, cifra 23% maior que a de 2009. Os componentes elétricos e eletrônicos somaram US$ 18,3 bilhões, representado 52% do total de compras do exterior. Entre os principais produtos importados estão os componentes para telecomunicações (US$ 4,53 bilhões), semicondutores (US$ 4,46 bilhões) e componentes para informática (US$ 3,35 bilhões).
Somente a importação de componentes para telecomunicações teve um aumento de 83% em relação a 2009 e foi o item que liderou a lista de compras externas do setor eletroeletrônico em 2010, ultrapasssando componentes para informática e semicondutores. Há alguns anos os fornecedores de telecomunicações apontam para um movimento claro de desindustrialização no país, decorrência do câmbio desfavorável (dólar fraco), redução dos investimentos das operadoras e falta de previsibilidade nas encomendas, concorrência externa e desequilíbrio tributário em relação a outros países.

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.