OUTROS DESTAQUES
Telefonia fixa
Para Anatel, dados comprovam estabilização da base
quinta-feira, 26 de Fevereiro de 2004 , 19h24 | POR REDAÇÃO

Ao apresentar o balanço da atuação da Anatel em 2003, o vice-presidente da agência, Antônio Carlos Valente, mostrou que, apesar de o País ainda possuir uma teledensidade baixa em relação aos países desenvolvidos, é possível verificar no Brasil o mesmo fenômeno de estabilização do crescimento das redes de telefonia fixa, especialmente porque, pela facilidade e também agressividade na competição, as redes móveis começam a substituir a telefonia fixa. De 2002 para 2003, devido ao pequeno crescimento do número de linhas em serviço na telefonia fixa, e o aumento da população, a teledensidade caiu de 22,6% para 22,2%. De acordo com dados do PNAD (Pesquisa Nacional por Amostragem de Domicílios, realizada pelo IBGE), em 2001, 58,9% dos domicílios brasileiros eram atendidos pela telefonia fixa, e 7,8% dos domicílios brasileiros tinham apenas um telefone móvel disponível. Se o atendimento domiciliar ultrapassou a metade dos domicílios, a mesma pesquisa mostra que apenas 12,6% dos domicílios dispunham de um computador, o que representa uma dificuldade concreta para a inclusão digital no País.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top