OUTROS DESTAQUES
Consolidação
Processo de venda da AT&T Latin America pode terminar em um mês
quarta-feira, 21 de Maio de 2003 , 19h16 | POR IVONE SANTANA

A lista de 15 investidores interessados na compra da AT&T Latin America (ATTL) já enxugou para pelo menos quatro empresas, segundo fontes do mercado: Embratel, Atrium Telecom, Comsat e Telefônica Data (controladora da Telefônica Empresas). Os demais interessados (dez instituições financeiras) teriam sido desclassificados da lista inicial. Agora está em andamento a segunda fase de seleção e negociação entre as partes, com previsão de conclusão para o fim do próximo mês. Segundo essas fontes, os credores da ATTL avaliam a empresa em US$ 200 milhões.
Essas quatro empresas preencheriam o quesito ?casamento estratégico? que a ATTL gostaria de incluir no contrato com o novo controlador. Enquanto a Embratel tem forte atuação junto ao mercado corporativo, as demais atuam exclusivamente com este segmento, bem como a ATTL. O diferencial fica para a Atrium que tem 2 mil clientes nos condomínios em que atua, cujo potencial é para 6 mil. A ATTL tem 1,3 mil clientes no Brasil, mas o potencial dos prédios onde está presente é de 14 mil empresas. A ATTL tem rede, mas a Atrium não, o que tornaria a união das duas empresas complementar. Embratel, Comsat e Telefônica têm rede própria infra-estrutura, mas querem se expandir.
Como parte de sua reestruturação para a venda, a ATTL já renegociou no País sua dívida com dois de seus três bancos credores, obtendo, principalmente, alongamento de prazo de pagamento. O débito com o terceiro banco está em negociação. A dívida da empresa na América Latina é de US$ 50 milhões, sendo 50% no Brasil.
O débito total da ATTL atinge US$ 1,038 bilhão, dos quais US$ 833 milhões com a matriz; US$ 170 milhões com fornecedores; e US$ 35 milhões com bancos comerciais.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

Top