Apple exige mudanças nas redes 4G brasileiras em troca dos novos iPhones

As operadoras móveis brasileiras precisaram modificar uma série de parâmetros em suas redes 4G nas últimas semanas para atender a exigências feitas pela Apple. A fabricante condicionou o fornecimento dos novos modelos de iPhone (5C e 5S) com 4G habilitado à realização dessas alterações. A solicitação da Apple é algo inédito: fontes de operadoras ouvidas por MOBILE TIME relatam que nunca antes sofreram pressão de fabricantes de handsets para modificarem suas redes como condição para receberem um produto. O episódio azedou ainda mais a relação entre as operadoras brasileiras e a Apple, que nunca foi das melhores, em razão da inflexibilidade da fabricante em sua política comercial.

Técnicos da Apple testaram os novos iPhones nas redes 4G das operadoras brasileiras e constataram que era necessário realizar ajustes para melhorar aspectos como tempo de entrega de mensagens e handover entre estações rádio-base, dentre outros. Com base nisso, as operadoras receberam uma lista de tarefas para suas equipes de engenharia. O prazo era curto e não foi possível atender a todas as requisições, até porque era necessário verificar se as mudanças solicitadas pela Apple não afetariam negativamente outros modelos de smartphones presentes em suas bases de assinantes. No fim das contas, as teles nacionais cumpriram com parte das exigências e a Apple acabou cedendo e concordando em fornecer os novos iPhones com 4G habilitado para o Brasil.

A expectativa é de que os novos iPhones cheguem ao País um pouco antes do Natal. Os preços para o mercado nacional ainda não foram definidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.