Presidente da Splice critica possível liberação da TIM

Antônio Beldi, presidente da Splice, que controla a TCO, criticou a possibilidade de a Anatel conceder a autorização para a TIM começar a funcionar por interesse público: "é o interesse público dos futuros assinantes da TIM, que ainda nem existem, mas e o respeito ao interesse público dos possíveis usuários dos serviços da Brasil Telecom, que não antecipou as metas e, portanto, não presta serviço nenhum? Como é que fica? A agência precisa respeitar a regra em sua totalidade. O que inviabilizou a antecipação de metas da Brasil Telecom foi a briga pelo poder entre os sócios, e quem está de fora não pode ser penalizado". Beldi afirmou que tem conhecimento de diversos escritórios de advocacia que estão com as ações prontas para entrar na Justiça, caso a Anatel conceda a autorização para a TIM funcionar, e acrescentou: "nós estamos estudando o assunto e podemos entrar também", ameaçou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.