Aumentam demandas de serviços de telecom, mas setor cai uma posição em ranking do Idec

O setor de telecomunicações perdeu uma posição, mas ainda ficou entre os cinco mais citados em atendimentos no ranking anual do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) divulgado nesta quarta-feira, 15, na ocasião do Dia Mundial do Consumidor. As demandas para serviços de operadoras aumentaram 0,9 ponto percentual (p.p.) em um ano e fecharam 2016 na quarta posição, com 14,4%. Nos dois últimos anos, o setor estava na terceira posição do ranking, que neste último ano contou com 7.678 demandas. No restante do levantamento estão planos de saúde (28,1%), serviços financeiros (19,2%), produtos (16,8%) e outros (21,5%).

Segundo o Idec, a "regulação frágil" foi percebida nos serviços de telecomunicações, com a telefonia celular liderando as demandas por conta de cobranças indevidas de serviços de valor adicionado (SVA) – ou seja, serviços adicionais que não teriam sido solicitados pelo consumidor. Em seguida, a TV por assinatura, a telefonia fixa e combos de serviços foram os mais citados. As principais dúvidas e reclamações são sobre "cobranças indevidas, descumprimento de oferta e má prestação de serviço".

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.