Dia 30 de julho – Terça-feira

09:00 - 10:30 - O cenário atual e as tendências de mercado

O Brasil passa por um prolongado período de retração econômica que tem afetado a realidade dos serviços de telecomunicações como um todo, sobretudo para as classes de menor renda. Além disso, novos modelos de negócio e tecnologias disruptivas apontam para uma necessidade de transformação na indústria. Nesta sessão, um panorama para entender os cenários atuais e futuros do mercado.

– Palestra 1 – Cenário econômico: os sinais no horizonte
Palestrante: Cláudia Viegas (LCA Cnsultores)

– Palestra 2 – Alternativas e tendências no cenário tecnológico
Palestrante: Marcos Takanohashi (Commscope)

– Palestra 3 – As transformações no cenário dos serviços
Palestrante: Omarson Costa (consultor)

10:30 - 11:00 - Intervalo
11:00 - 11:15 - Conversa com a Claro Brasil

Entrevista: Rodrigo Marques (Claro Brasil)

11:15 - 12:30 - O futuro do mercado na visão das operadoras: onde estaremos daqui a cinco anos?

A TV por assinatura está passando por grandes transformações em seus modelos de negócio, hábitos de consumo e perfil dos usuários e no papel dos diversos (e novos) atores da cadeia de valor. Como estará o mercado daqui a cinco anos na visão das operadoras?

– A estratégia para as plataformas móveis e o impacto do 5G
– Os modelos não-lineares e on-demand
– O papel do agregador de conteúdos
– O modelo de bundle diante dos serviços OTT

Debatedores:
Rodrigo Marques (Claro Brasil)
Sérgio Ribeiro (Sky)
Maria Claudia Cagnoni Ornellas (Vivo)
Márcio de Jesus (Algar)

12:30 - 14:00 - Almoço
14:00 - 14:15 - O cenário internacional dos grupos de comunicação

Como estão hoje as fronteiras entre empresas de mídia, empresas de internet e empresas de telecomunicações no contexto da TV por assinatura?

Palestrante:
Georgia Jordan (S&P Global)

14:15 - 14:30 - Conversa com a Anatel

Qual a visão da agência sobre o cenário competitivo na TV por assinatura e de que maneira o ambiente regulatório e legal influencia nas dinâmicas de mercado?

Entrevista: Abraão Balbino (Anatel)

14:30 - 16:00 - Para onde vai o marco legal da TV por assinatura?

A TV por assinatura no Brasil enfrenta um momento crítico em relação ao seu marco regulatório. A Anatel entende haver restrições na oferta OTT, direta ao consumidor de canais lineares; as restrições à propriedade cruzada limitam as consolidações; o modelo de fomento à produção está em xeque. A Lei do SeAC precisa mudar? É possível conciliar o ambiente regulatório atual aos movimentos de mercado?

– Realidades de mercado vs. modelos legados
– Assimetrias regulatórias e tributárias entre diferentes modelos
– Alternativas para novos modelos de negócio
– Cenário internacional vs. limites locais

Debatedores:
Abraão Balbino (Anatel)
Oscar Petersen (Claro Brasil)
Marcos Bitelli (TAP)
Julio Worcman (Curta!)
Luis Antônio Silveira (Bravi)
Caio Mário Pereira Neto (Abert)
Leonardo Palhares (Câmara e-Net)

16:00 - 16:30 - Intervalo
16:30 - 18:00 - Cases e novos modelos

Palestra 1 – Migração para o OTT – A experiência da Cablevision
Nesta sessão, a Cablevisión da Argentina conta a sua experiência com o Flow, uma plataforma OTT que integra modelos tradicionais ao novos modelos de distribuição.

Palestrante: Guillermo Paez (Grupo Telecom Argentina)

Palestra 2 – Migração para o OTT – A experiência da Claro
Nesta sessão, a maior operadora de TV paga brasileira conta como está incorporando conteúdos OTT à sua plataforma e como o modelo VoD está mudando a indústria.

Palestrante: Alessandro Maluf (Claro Brasil)

Palestra 3 – Migração para OTT: Interface de usuário e integração de dados
Um dos grandes desafios das peradoras de TV paga tradicionais é apresentar ao consumido seus conteúds em interfaces e plataformas alinhadas com uma nova geração de consumidores. Como dar este passo a partir de modelos legados?

Palestrante: Greg Riker (Metrological)

Palestra 4 – O mercado de TV no Brasil da banda larga
A banda larga fixa no Brasil não parou de crescer em nenhum momento, mesmo com a crise, e uma grande quantidade de pequenos e médios operadores estão levando fibra a minicípios cada vez menores. O que isso significa paa aoferta de vídeo? Qual a demanda da população?

Palestrante: José Roberto Nogueira (BrisaNet)

Dia 31 de julho – Quarta-feira

09:00 - 10:15 - Canais: novos sinais no horizonte

Apesar do momento atual da indústria, novas opções de programação estão surgindo. Nesta sessão, um panorama do que está chegando e uma reflexão sobre os seguintes temas:

– O conteúdo ao vivo e non-scripted como diferencial da TV paga
– Onde estão os nichos de mercado e as demandas das operadoras e assinantes?
– As estratégias de comunicação e valorização do produto

Painelistas:
Anthony Doyle (CNN Brasil)
Mônica Pimentel (Discovery)
Fernando Magalhãoes (Claro Brasil)
Melissa Vogel, CEO do Kantar Ibope

10:15 - 10:45 - Como o mundo está se ajustando a novos modelos?

Palestrante: Jim Meza (AT&T / Warner Media)

10:45 - 11:15 - Intervalo
11:15 - 11:30 - Conversa com a Globosat

Entrevista: Alberto Pecegueiro (Globosat)

11:30 - 11:45 - A evolução do mercado na visão da Ancine

Palestra: João Pinho (Ancine)

11:45 - 12:30 - O futuro da programação (e das programadoras) de TV paga

O modelo de programação está mudando diante de novos hábitos dos telespectadores, novas dinâmicas de mercado e novos competidores. Como o mercado estará nos próximos cinco anos?

– O cenário de consolidação global e reflexos no Brasil
– Modelos D2C: os principais desafios
– O modelo de empacotamento no cenário on-demand
– A escalada e sustentabilidade dos custos de produção e direitos

Debatedores:
Alberto Pecegueiro (Globosat)
Maurício Kotait (Viacom)
Cícero Aragon (Box Brazil)

12:30 - 13:00 - A pirataria e a ameaça sistêmica

A distribuição de conteúdos por plataformas clandestinas é hoj um dos grandes ofensores da indústria. O cenário tende a se agravar com o crescimento dos modelos de distribuição pirata OTT. Nesta sessão, uma reflexão sobre:

Palestra 1 – A atuação do Poder Público
Palestrante: Eduardo Perfeito Carneiro (Ancine)

Palestra 2 – Riscos e soluções tecnológicas: proteção do conteúdo fim a fim
Palestrante: Danilo Almeida (Nagra)

13:00 - 14:00 - Almoço
14:00 - 15:00 - Publicidade: a convivência da TV com o dígital

Com todos os desafios que se colocam ao mercado, a publicidade em TV paga segue crescendo. Nesta mesa, canais e agências refletem sobre os seguintes tópicos:

– Como crescer em meio à retração do mercado
– Estratégias multiplataforma e multiformatos
– Diferenciação e complementação com o digital

Debatedores:
Roberto (Naná) Nascimento (Discovery)
Guido Sarti (Globosat)
Nelson Botega Jr. (Snack)

15:00 - 15:30 - Intervalo
16:00 - 17:30 - Estratégias para novos consumidores

Se o mercado está mudando, é hora de mudar. Da migração dos conteúdos para as plataformas móveis às plataformas próprias de distribuição OTT, distribuidores, programadores e produtores de conteúdo definem as novas tendências. Quais os modelos que se desenham no horizonte?

Palestra 1 – A TV paga em plataformas móveis. O que esperar?
Palestrante: Márcio Carvalho (Claro Brasil)

Palestra 2 – A estratégia de diferenciação no modelo OTT
Palestrante: Bernardo Winik (Oi TV)

Palestra 3 – A sustentabilidade do modelo OTT
Palestrante: Leonardo Godoy (SES)

Palestra 4 – Qual o futuro da TV?
Palestrante: Manuel Falcão (Globosat)

Patrocínio Platinum

Patrocínio Diamante

Patrocínio Gold

Apoio

 

Parceiro institucional

 

Organização