OUTROS DESTAQUES
Agência muda abrangência para licenças nas áreas de numeração
quinta-feira, 29 de novembro de 2001 , 21h12 | POR REDAÇÃO

Quem optar por uma autorização para uma ou mais áreas de numeração (possibilidade não oferecida às concessionárias) e também quiser longa distância terá um compromisso de abrangência bem leve. O interessado deverá somar a população de todas as capitais de estado e municípios com mais de 500 mil habitantes dessa área de numeração e calcular 1% sobre esse total. O resultado é o número de habitantes que precisam ser atendidos pelo autorizado, que pode fazê-lo nos municípios que quiser dentro da área de numeração pleiteada. A autorizada terá que atender 25% da meta de população em um ano, 50% em dois, 75% em três anos e 100% ao término de quatro anos.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet. Organizado há 17 edições pela TELETIME e pelo Centro de Estudos de Políticas de Comunicações da Universidade de Brasília (CCOM/UnB), o evento congrega reguladores, formuladores de políticas, acadêmicos, empresas e analistas para um debate aberto sobre os temas mais relevantes e que serão referência ao longo do ano. Em 2018, estão em discussão uma agenda possível para o setor, o impacto do cenário eleitoral sobre as telecomunicações, a atuação  do Congresso Nacional sobre as políticas do setor de telecomunicações e Internet e as referências regulatórias internacionais.

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Principal encontro independente de debate e reflexão sobre políticas setoriais dos setores de telecomunicações e Internet

20 de Fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top