OUTROS DESTAQUES
Cobertura
Claro amplia cobertura de rede LTE-A
quinta-feira, 18 de janeiro de 2018 , 17h55

A Claro anunciou nesta quinta-feira, 18, a chegada da sua rede LTE-A, chamada para fins comerciais de 4.5G, em mais 140 cidades brasileiras. A nova tecnologia, desenhada para ampliar a capa cidade de transmissão de dados e de Internet nas redes móveis, promete alcançar velocidades médias de navegação de até 10 vezes maiores do que o 4G convencional. Mas o LTE-Advanced Pro da Claro funciona apenas nos modelos mais avançados de smartphones, como o Galaxy Note 8, Galaxy S8 e Galaxy S8+, da Samsung, Moto Z² Force, da Motorola, G6, da LG, ZX Premium, da Sony, e os Iphones 8 e X, da Apple, que são os dispositivos capazes de operar com múltiplas antenas (MIMO), agregação de frequências e outros componentes da tecnologia LTE-A.

Para alcançar o 4.5G, a operadora precisa ter acesso a três diferentes faixas de frequências de modo a fazer combinações que aumentem a velocidade do 4G, além de exigir um mínimo de 30MHz de largura de banda no canal consolidado. É a chamada carrier aggregation (ou agregação de portadoras, na tradução), onde é possível navegar com mais velocidade e transmitir mais informação ao mesmo tempo. No caso da Claro, ela pode utilizar as seguintes faixas de espectro: de 2600 MHz (primeira faixa licitada para implantação do 4G), 700 MHz (nova faixa, liberada a partir do desligamento do sinal da TV analógica, em diversas cidades do País) e ainda o 1800 MHz (reutilização de faixas antes dedicadas ao 2G), além da 850 MHz (reutilização de faixas antes dedicadas ao 3G).

Além da agregação de portadoras, a Claro promoveu a implantação das outras funcionalidades do padrão LTE-Advanced Pro, como a de múltiplas entradas e saídas (MIMO) 4×4, que permitem que o enlace de comunicação entre a torre da operadora e o dispositivo móvel seja feito usando quatro redes de transmissão e quatro de recepção. Outra melhoria foi quanto à modulação avançada de 256QAM, que possibilita maior eficiência espectral, transmitindo maior volume de dados simultaneamente.

O 4.5G foi disponibilizado em Brasília, ainda em abril de 2017. Em outubro do ano passado, a Claro anunciou que levaria a tecnologia para outras dez cidades do País até o fim de 2017, como Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Salvador (BA) e Florianópolis (SC) . Nessa nova leva, 107 cidades do estado de São Paulo receberão o serviço, assim como algumas cidades do estado Fluminense, como São Pedro da Aldeia e Vassouras, além de Porto Velho (RO), Palmas (TO), Campo Grande (MS), Rio Branco (AC), Manaus (AM) e Goiânia (GO).

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top