OUTROS DESTAQUES
Balanço financeiro
Inmarsat avança na receita no trimestre
quinta-feira, 03 de agosto de 2017 , 19h48

A operadora de satélites Inmarsat aumentou a receita do grupo em 7,7% no trimestre, totalizando US$ 356 milhões, de acordo com balanço financeiro da empresa divulgado nesta quinta-feira, 3. Considerando o acumulado do semestre, foram US$ 688,2 milhões, aumento de 9,4%.

Desse total, a maior parte veio de serviços marítimos: US$ 139,3 milhões no trimestre (queda de 5%) e US$ 278,4 milhões no semestre (recuo de 3,9%). O setor de governo cresceu 41% no trimestre (total de US$ 101,5 milhões) e 33,3% nos seis meses (US$ 187,5 milhões). O setor corporativo caiu 14,5% e totalizou US$ 32,9 milhões. Na primeira metade do ano, a queda foi de 14,1%, total de US$ 62,3 milhões.

Já o de aviação subiu 37,4% e 39,5% no trimestre e semestre, totalizando respectivamente US$ 45,9 milhões e US$ 90,1 milhões. A companhia destaca acordos para conectividade de bordo (IFC, na sigla em inglês) com as companhias aéreas Avianca e Qatar Airways, totalizando 1,2 mil aeronaves ao final da implantação. Celebra também o início da operação do serviço com o grupo Lufthansa, com 101 aeronaves já instaladas.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBTIDA) foi de US$ 195 milhões entre abril e junho, queda de 3,6%. No semestre, foi de US$ 376,5 milhões, aumento de 2,2%.

Evento

No dia 1º de setembro, durante o Congresso Latinoamericano de Satélites, organizado por esta publicação em conjunto com a Glasberg Comunicações, a gerente da Inmarsat, Kate Montgomery, falará sobre o satélite e o mercado de Internet das Coisas e 5G no Brasil. O evento acontece dias 31 de agosto e 1 de setembro, no Rio de Janeiro. Mais informações sobre a programação estão disponíveis no site satelitesbrasil.com

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top