STJ mantém liminar que invalida destituição de conselheiros da TIW

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) negou pedido feito pela Telemig Celular e Amazônia Celular para suspensão da liminar que garante os representantes indicados pela TIW nos conselhos de administração das empresas. Os conselheiros da TIW teriam sido destituídos durante Assembléia Geral Extraordinária (AGE) realizada na segunda, dia 29, se a empresa não tivesse conseguido a liminar com a Justiça do Rio, invalidando a decisão. No entender do presidente do STJ, Nilson Naves, a composição do conselho de administração não afeta o serviço prestado pelas operadoras. Desta forma, a argumentação de que as empresas correriam risco de serem afetadas por alegadas dificuldades financeiras da TIW no Canadá, não seria válida. "A controvérsia não transcende os limites das partes envolvidas no conflito", afirma Naves. A notícia está publicado no site do STJ (www.stj.gov.br).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.