Intelig pede revisão no cálculo de contribuição do Fust e Funttel

Deve sair em breve uma decisão da Anatel que pode mudar o cálculo da contribuição para o Fust e para o Funttel feita pelas carriers. Segundo José Carlos Cunha, presidente da Intelig, a empresa tem conversado com o Ministério das Comunicações desde o ano passado para tentar convencer o órgão de que deve haver uma mudança no cálculo da contribuição das carriers. Eles querem que os custos de interconexão sejam abatidos do cálculo da receita líquida das operadoras de longa distância já que são, na verdade, uma receita das operadoras locais. A proposta da Intelig é que a contribuição das carriers seja calculada sem os impostos, interconexão e EILD (exploração industrial de linha dedicada). Cunha argumenta ainda que não haverá perda de receita para os fundos, uma vez que a contribuição das operadoras de longa distância diminuirá mas aumentará proporcionalmente nas teles locais. O assunto já foi encaminhado à Anatel e a Intelig espera uma resposta do Conselho Diretor nas próximas semanas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.