Sócios do BCP não devem entrar no consórcio Tess

As partes do consórcio BCP (Bell South, OESP, RBS e Safra) não deverão ser o sócio que o consórcio Tess busca para substituir a C.R. Almeida. Segundo fonte do BCP, houve negociação mas não se chegou a um acordo. Um outro grupo que vem sendo cotado para entrar no Tess é o Algar. Pesam contra esta possibilidade o fato de a empresa CTBC Telecom, do grupo mineiro, já ter operações na banda A no interior do Estado de São Paulo (área para a qual o Tess levou a concessão de banda B) e em Minas. Além disso, o grupo Algar pode levar a concessão da banda B na área 3 (Rio de Janeiro), cujas propostas financeiras serão abertas na próxima terça, dia 31.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.