Alvo agora são as utilities

Para aproveitar a experiência com o mercado de telecomunicações, o CPqD agora quer entrar na área de utilities, atendendo primeiramente às distribuidoras de energia. A investida no novo segmento ainda é recente. Por enquanto, a carteira está bem magrinha. O único cliente é a Companhia de Eletricidade de Brasília (CEB), para a qual o CPqD deu consultoria e agora está fazendo um up-date. O problema é que os clientes potenciais querem primeiro ver uma aplicação do CPqD em funcionamento em uma distribuidora de energia antes de firmar contratos, o que ainda não foi possível.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.