T-Mobile deixa de descontar acesso ao Netflix e outros serviços de vídeo da franquia de dados

(Atualizado às 22:00) A operadora de celular norte-americana T-Mobile avançou dentro do conceito de zero-rating e está liberando o acesso a todos os seus clientes de serviços de banda larga móvel aos 20 maiores provedores de vídeo dos EUA, incluindo Netflix, Hulu e HBO. Esses serviços deixam de ser computados dentro da franquia de dados dos usuários. Até hoje as operadoras de telecomunicações, inclusive no Brasil, praticavam esse tipo de política mas apenas com serviços que geram pouco tráfego, como Twitter e WhatsApp. É a primeira vez que uma operadora toma essa iniciativa com serviços de vídeo. Serviços como Youtube e Amazon Prime, contudo, ficaram de fora.

A T-Mobile ainda não deu detalhes de como será a operacionalização do serviço, as especula-se que a empresa tenha fechado um acordo para utilizar CDNs e que esteja montando uma estrutura de distribuição dessas CDNs dentro da sua própria rede. També é possível que a estratégia venha alinhada com o uso de uma rede de offload WiFi.

A liberação de tráfego é restrita a vídeos de 480p de resolução, e também não está aberta a todos os planos de dados. Será oferecia apenas aos pacotes mais elevados, de 6GB de franquia que custam cerca de US$ 100, com um estímulo para que esses planos sejam compartilhados por mais dependentes da mesma conta por US$ 20 adicionais.

Notícias relacionadas

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.