AT&T lança oferta para adquirir empresa de olho em espectro para 5G

Espectro eletromagnético, radiofrequência, frequência

A operadora norte-americana AT&T anunciou nesta segunda-feira, 10, intenção de adquirir a empresa de licenças de espectro Straight Path Communications de olho no portfólio de espectro de ondas milimétricas (mmWave) nos Estados Unidos, especialmente as faixas de 39 GHz e 28 GHz. A transação é estimada em US$ 1,6 bilhão, incluindo passivos e valores que serão remetidos à Federal Communications Commission (FCC) de acordo com termos de decreto de consentimento de janeiro deste ano pela Straight Path. Os acionistas desta empresa receberão US$ 1,25 bilhão, ou US$ 95,63 por papel, que serão pagos utilizando ações da AT&T. A expectativa é que o negócio seja concluído em 12 meses.

Ambas as bandas, especialmente a de 28 GHz, são utilizadas pela tele para testes com a futura tecnologia 5G, ainda que não tenha havido ainda padronização. Além dos EUA, Japão e Coreia do Sul são a favor da utilização dessa faixa de frequência com a tecnologia de quinta geração. No Brasil, de acordo com padronização na União Internacional de Telecomunicações (UIT), a Anatel determinou na semana passada que o espectro de 28 GHz é destinado à banda Ka para satélites. A agência já disse em diversas ocasiões que não pretende mudar essa posição por conta da 5G.

Segundo a própria AT&T em comunicado, a aquisição da Straight Path complementa a compra de outra empresa também por motivos de espectro, a FiberTower. O objetivo da operadora norte-americana é de adquirir 735 licenças mmWave na faixa de 39 GHz e 133 licenças em 28 GHz, cobrindo assim todo os Estados Unidos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.