TIM vê 2016 como um ano ainda difícil, mas um pouco melhor

A TIM espera que 2016 seja um ano um pouco menos complicado do que 2015, ainda que o cenário não seja de melhora e retomada do consumo antes do segundo semestre. A boa notícia, na perspectiva da TIM, é que a inflação tende a dar uma trégua, por conta da própria retração econômica mas, principalmente, pelo fim do impacto da desvalorização cambial e do aumento da energia. Para o presidente da TIM, Rodrigo Abreu, o setor enfrenta um desafio adicional que é a dificuldade de repasse de custos ao consumidor.

Existe um fator de grande preocupação que é a possibilidade de aumento da carga tributária, sobretudo do ICMS. "Esse é um fator que deveria mobilizar toda a indústria porque o impacto é muito grande e é muito difícil que não haja repasse para o consumidor", disse ele. Até aqui, 10 estados indicaram que promoverão aumento de ICMS, e há uma expectativa de que estados como São Paulo, onde há uma grande quantidade de usuários, também o façam.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.