PROGRAMAÇÃO

20 de fevereiro

Brasília/DF – Auditório da Finatec/UnB

Dia 20/02/2018 – Terça-feira

09:00 - 09:15 | Abertura
 
09:15 - 09:45 | Apresentação - Um balanço das políticas

Nesta sessão, um debate com o ministro Gilberto Kassab com um balanço das políticas públicas de comunicação e os itens que ficam para o póximo governo

Debatedor: Gilberto Kassab, Ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações

09:45 - 10:45 - Painel 1 - Uma agenda possível para o ano de 2018

O ano de 2018 deveria ser um ano especial, com os 20 anos da privatização das telecomunicações, o início de um novo ciclo com um modelo legal e regulatório ajustado e os reguladores focados em encontrar soluções para os desafios regulatórios do ambiente digital. Mas a realidade político-econômica se impôs em 2017 e em 2018 os debates ainda seguem centrados nas mesmas questões imediatas e na busca, ainda longe de uma conclusão, de um modelo transformado e ajustado. Onde estão as amarras? Por que é tão difícil dar início a uma nova fase das políticas e das ações regulatórias? Nesta sessão, os formuladores de políticas e os reguladores apresentam a perspectiva de agenda de trabalho para o ano de 2018, os itens prioritários e debatem com representantes setoriais e da academia os caminhos possíveis.

Palestrante: Juarez Quadros, presidente da Anatel

Debatedores:

André Borges, secretário de telecomunicações  do MCTIC

Camilla Tapias, VP de assuntos institucionais da Telefônica

Carlos Eduardo Monteiro, VP de assuntos regulatórios da Oi

Mario Girasole, VP de assuntos regulatórios da TIM

Oscar Petersen, VP de assuntos regulatórios da Claro Brasil

 

10:45 - 11:15 - Intervalo
 
11:15 - 12:45 | Painel 2 - O que esperar do cenário eleitoral e os impactos setoriais

Em um ano de eleições majoritárias e no contexto da mais complexa crise política das últimas décadas, as variáveis estão muito mais complexas e os resultados, imprevisíveis. Ao mesmo tempo, o setor de comunicações se vê diante do desafio de encontrar um espaço na pauta política para suas questões mais críticas. É possível esperar um novo entendimento dos atores políticos aos cargos majoritários e legislativos para a agenda setorial? Como as telecomunicações, a mídia e a Internet serão tratadas em um novo governo?

Debatedores:

Prof. Murilo Ramos (CCOM/UnB)

Helena Chagas (jornalista, site “Os Divergentes”)

Alon Feuerwerker (analista político, FSB Comunicações)

12:45 - 14:00 | Almoço
 
14:00 - 15:30 | Painel 3 - O papel do Legislativo nas comunicações

As políticas setoriais para as telecomunicações, Internet e mesmo para a radiodifusão são cada vez mais pautadas pela agenda Legislativa, com milhares de projetos de lei em debate, atuações de diferentes grupos de pressão, interesses conflitantes e uma demanda cada vez mais crescente por respostas dos atores e empresas que atuam no mercado. Por que a relação com o Congresso é tão desafiadora? O que se pode esperar da agenda do Legislativo?

Palestrante: Eduardo Levy, presidente executivo do SindiTelebrasil

Debatedores:

Paulo Henrique Lustosa

Jorge Bittar

Basílio Perez, presidente executivo da Abrint

Oscar Simões, presidente executivo da ABTA

Veridiana Alimonti, advogada do Idec

15:30 - 16:00 | Intervalo
 
16:00 - 17:30 | Painel 4 - Respostas globais aos desafios digitais

Quais são os temas mais desafiadores para reguladores e formuladores de políticas no setor de telecomunicações, mídia e Internet? Quais as soluções regulatórias que estão sendo dados a aspectos como a competição entre atores do mundo da Internet e das plataformas tradicionais, privacidade e proteção de dados, estímulo a investimentos e universalização da banda larga? Nesta sessão, alguns caminhos e ideias locais aos problemas globais enfrentados em diferentes países.

Palestrantes:

Andrea Giuricin (University Milano Bicocca)

Sérgio Calderara (CCOM/UnB)

André Gomes (Cullen International)

Moderador: José Leite (CCOM/UnB)