OUTROS DESTAQUES
Faixa de 3,5 GHz pode movimentar mais dinheiro que o WLL
quinta-feira, 30 de março de 2000 , 20h59 | POR REDAÇÃO

Um mercado ainda pouco explorado, mas com grande potencial, está surgindo no Brasil: é a faixa de 3,5 GHz em cidades com menos de 50 mil habitantes, que está sendo licitada pela Anatel para operadores que querem prestar serviços limitados. "Para nós, fornecedores, este mercado pode gerar uma receita igual ou até mesmo muito superior à do WLL", explica Renato Fantoni, diretor de soluções para acesso fixo sem fio da Ericsson. "Este é, certamente, um dos maiores mercados que está surgindo no Brasil. Se formos imprimir a relação de operadoras interessadas, sai um livro", brinca João d`Amato Neto, diretor geral de marketing e desenvolvimento de negócios da Alcatel.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
O Forum das Operadoras Alternativas é um seminário no qual se discute o uso de novas tecnologias, frequências de espectro e modelos de negócios para a construção de redes sem fio para o provimento de acesso à Internet e aplicações de Internet das Coisas (IoT). A organização é uma parceria entre Mobile Time e Teletime.
2 de abril
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O Forum das Operadoras Alternativas é um seminário no qual se discute o uso de novas tecnologias, frequências de espectro e modelos de negócios para a construção de redes sem fio para o provimento de acesso à Internet e aplicações de Internet das Coisas (IoT). A organização é uma parceria entre Mobile Time e Teletime.

2 de abril
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top