OUTROS DESTAQUES
A Telesat se defende
sexta-feira, 26 de fevereiro de 1999 , 19h26 | POR REDAÇÃO

A Telesat diz ser descabido o argumento da Loral Skynet, pelo qual a empresa não mantém em seus quadros técnicos profissionais brasileiros devidamente reconhecidos. Contra ele, a Telesat afirmou que, caso saia vencedora da licitação, constituirá, antes da assinatura de seu contrato, empresa sob as leis brasileiras, com sede no País, e nessa ocasião indicará seus técnicos responsáveis, registrados no Crea. A Telesat reafirma nas contra-razões apresentadas à Anatel sua aptidão para a exploração dos serviços de satélite e que os atestados apresentados sem a devida tradução não eram exigência do edital, e sim informações adicionais aos documentos previstos. Para a falta de assinatura pelo Ministério da Indústria do Canadá em um dos certificados devidos, acusada pela America Star, a Telesat afirma que anexou os documentos na forma em que são emitidos pelos órgãos públicos canadenses. Os questionamentos técnicos, tanto da America Star quanto da Loral Skynet, foram todos rebatidos.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top