OUTROS DESTAQUES
BCP tenta negociar Cofins
terça-feira, 23 de março de 1999 , 22h34 | POR REDAÇÃO

O diretor jurídico da BCP, Arnaldo Tibyriçá, rebateu declarações atribuídas ao presidente da Anatel, Renato Guerreiro, de que esta operadora e a CRT estariam em situação de confronto com a agência em relação à cobrança do Cofins. O governo elevou a taxa de cobrança do imposto de 2% para 3%. As empresas que estiverem pagando a contribuição social sobre o lucro podem descontar esse um ponto percentual, o que compensaria o aumento do tributo. Mas muitas empresas não se enquadram nessa situação porque ainda estão sem contabilizar lucros, afirma Tibyriçá, argumentando que este é o caso da BCP. Segundo o diretor, além do Cofins, ainda é cobrado 0,65% de PIS do faturamento total das empresas. "Muita empresa não consegue nem 3% de lucro, mas tem de arcar com todos estes impostos", reclama o executivo, dizendo que a BCP está tentando negociar o repasse do Cofins com a Anatel.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS
Não Eventos
EVENTOS
Não Eventos
Top