OUTROS DESTAQUES
Demora no intercâmbio de dados para clearing preocupa operadoras
quarta-feira, 22 de maio de 2002 , 22h29 | POR REDAÇÃO

De acordo com o diretor executivo do Comitê Gestor de Roaming, Alcides Maia, perante a entidade, as duas empresas se acusam mutuamente da culpa pelo atraso na interligação. Ao TELETIME News, Roberto Machado Caldeira, diretor-presidente da Cleartech, diz que a previsão era de realizar a troca a partir de janeiro de 2002, e que a empresa já se preparou para cumprir sua parte. Mas isso ainda não foi possível por conta da demora da Embratel em enviar seus dados. O executivo disse inclusive já ter enviado duas cartas à empresa solicitando o cumprimento do acordo. Já a Embratel, não deu retorno à reportagem de TELETIME. Independente da culpa, o fato é que as celulares sentem-se prejudicadas pela falta de interligação, na medida em que continuam a depender unicamente de uma empresa para o encontro de contas. Além disso, segundo Alcides Maia, as operadoras estão preocupadas especialmente com possíveis perdas de tarifas de ligações a cobrar de clientes de operadoras como a GVT, que tem seu clearing feito inteiramente pela Cleartech, pela falta de acesso aos dados destas chamadas.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top