OUTROS DESTAQUES
TV DIGITAL
EAD apresenta em julho proposta de conversor único para TV digital
quinta-feira, 16 de junho de 2016 , 17h39

A Entidade Administradora da Digitalização (EAD) vai apresentar, na reunião de julho do Gired (grupo de implantação da digitalização dos canais), uma proposta de conversor para TV digital único para os dois públicos-alvo, os beneficiários do Bolsa Família e os integrantes do Cadastro Único dos programas sociais do governo federal. O objetivo é racionalizar custos e, portanto, as especificações aprovadas para a caixinha do Bolsa Família seriam simplificadas, porém traria avanços em relação ao conversor que é distribuído hoje às famílias do CadÚnico.

O presidente do Gired, Rodrigo Zerbone, disse que os requisitos técnicos do conversor que será proposto não foram apresentados ainda, mas admite que poderá trazer uma simplificação da interatividade. Ele não sabe se o Ginga C será mantido ou não. "A EAD disse que ainda negociava as especificações com fornecedores", afirmou.

Na proposta, antecipada na reunião do grupo em maio, a caixinha em estudo, quando comparada com o conversor hoje distribuído aos beneficiários do Programa Bolsa Família, teria como diferenças, basicamente, a retirada da porta de rede ethernet e da porta HDMI, a adição de driver integrado para o módulo (dongle) WiFi e um cabo para áudio e vídeo. Mediante solicitação, de acordo com a proposta, seria entregue um cabo de RF para o beneficiário.

A EAD destacou que, em razão do prazo apertado e do grande número de desligamentos previstos para 2017, era importante haver uma definição até agosto deste ano. Zerbone propôs que a proposta fosse apresentada na reunião do dia 13 de julho, para uma discussão mais qualificada a respeito dos aprimoramentos da especificação técnica dos conversores de TV digital.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME. Mais informações pelo email eventos@teletime.com.br

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
EVENTOS

O mercado de TV por assinatura mudou. Operadores, programadores e canais se adaptam a um novo tempo em que a não-linearidade, a distribuição multiplataforma e novas formas de engajamento e interação entre telespectadores e conteúdos passa a ser a regra. Neste evento, uma reflexão sobre o presente e o futuro da indústria no Brasil, seus principais desafios, os caminhos que estão surgindo, as principais inovações e as tendências globais mais relevantes. Um evento organizado com a expertise e a curadoria editorial das publicações TELA VIVA, PAY-TV e TELETIME.

30 de julho a 31 de julho
WTC Events Center – São Paulo, SP, SP, Brasil
Top