OUTROS DESTAQUES
Aluguel de infra-estrutura será vigiado
terça-feira, 16 de março de 1999 , 22h35 | POR REDAÇÃO

Jarbas Valente, da Anatel, adiantou que os preços dos postes não deverão ser controlados, mas vigiados. Ou seja, em caso de reclamações, a Anatel terá meios de medir todos os custos envolvidos nos aluguéis e detectar eventuais práticas abusivas. Quanto à concorrência, nada impedirá que concessionárias de energia elétrica continuem a disputar também concessões de telecomunicação, como já fez a Escelsa, vencedora de licitação de TV a cabo em Vitória, ES, ou da Cemig, que está estabelecendo parcerias para implementação e uso de redes de telecomunicações. Segundo a Anatel, contudo, estas empresas de energia que atuarem em telecomunicações deverão fazer uma separação contábil entre as duas atividades e aplicar indistintamente os mesmos valores de aluguel das redes, tanto para suas operadoras como para a concorrência.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top