OUTROS DESTAQUES
Chances do GSM são maiores em grandes coberturas
quarta-feira, 16 de fevereiro de 2000 , 22h53 | POR REDAÇÃO

Na hipótese de aprovação da faixa de 1,9 GHz para o PCS, são remotas as chances de os novos operadores adotarem o GSM, já que teriam maior dificuldade em cobrir suas áreas de concessão com um sistema totalmente inédito no país, sem possibilidade de fazer interconexão ou adquirir tráfego de infra-estruturas já instaladas. Mas, de acordo com Jefferson Scalabrin da Silva, analista sênior de estratégias de mercado wireless para o Brasil do Yankee Group, se for definida apenas uma área de concessão para todo o território nacional, ou apenas três (uma no Rio de Janeiro, outra em São Paulo e a terceira para o restante do país, por exemplo), resta ainda uma oportunidade para a adoção do GSM, independentemente da freqüência a ser utilizada. Isto porque, em áreas extensas (como o país inteiro ou todo o território menos Rio e São Paulo), a operadora escolhida terá uma grande área de cobertura, sem ter de fazer roaming.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

As publicações TI Inside, especializada no universo das Tecnologias a Informação, e TELETIME, foçada no mercado de telecomunicações, juntam forças para trazer um evento voltado para o universo da transformação digital e a exploração da nova fronteira dentro das empresas de telecom: a análise de dados gerados a partir das redes, o desenvolvimento de novos serviços inteligentes e as novas plataformas de relacionamento. Um evento voltado para empresas de telecomunicações e provedores de serviços e soluções de cloud, big data aplicado a telecom, analytics, customer experience, SDN e NFV

19 de setembro
Hotel Pulmann, SP, Brasil
EVENTOS

As publicações TI Inside, especializada no universo das Tecnologias a Informação, e TELETIME, foçada no mercado de telecomunicações, juntam forças para trazer um evento voltado para o universo da transformação digital e a exploração da nova fronteira dentro das empresas de telecom: a análise de dados gerados a partir das redes, o desenvolvimento de novos serviços inteligentes e as novas plataformas de relacionamento. Um evento voltado para empresas de telecomunicações e provedores de serviços e soluções de cloud, big data aplicado a telecom, analytics, customer experience, SDN e NFV

19 de setembro
Hotel Pulmann, SP, Brasil
Top