OUTROS DESTAQUES
Americas 2002 não deve ser no Brasil, diz Baré
quinta-feira, 13 de abril de 2000 , 20h38 | POR REDAÇÃO

O forte calor que ardeu no Rio de Janeiro durante esta semana não tirou a satisfação do engenheiro Jean-Patrick Baré, presidente da ITU Telecom, com o Americas 2000. Ao tirar suas conclusões sobre a feira, Baré destaca a evolução dos países latino-americanos em direção a um cenário mais moderno nas telecomunicações e coloca o Brasil na posição de líder deste avanço. Para o presidente da ITU, o Americas 2000 cumpriu seu papel de ponto de encontro, divulgação e debate de idéias e de propulsor de negócios. Quanto ao próximo evento, em 2002, Baré diz que provavelmente não será o Brasil, porque o governo brasileiro ainda não procurou a ITU.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top