OUTROS DESTAQUES
Nova agência é necessária, diz Pimenta
quarta-feira, 12 de maio de 1999 , 23h00 | POR REDAÇÃO

Fora da sala em que falava para os deputados, Pimenta da Veiga admitiu que o modelo implantado praticamente exige uma agência para gerir o setor de radiodifusão, e que sua grande preocupação, já manifestada durante a audiência, é de que a Anatel não seja sobrecarregada. "O que temos que saber é se a Anatel terá capacidade de gerir tudo", disse o ministro. Caso se opte por uma nova agência só para o setor, Pimenta pondera que a parte de TV por assinatura teria que ser transferida da Anatel. O ministro chegou a considerar que a fiscalização do espectro também seria transferida.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top