OUTROS DESTAQUES
Problemas a médio prazo
quarta-feira, 10 de março de 1999 , 21h00 | POR REDAÇÃO

Economista ligado ao presidente Fernando Henrique Cardoso, com passagem pelo governo, acredita que o ambiente de negócios deve passar, nos próximos meses, por duas situações muito diferentes. No curto prazo, as expectativas melhorarão muito, a partir de quatro fatores básicos: 1) Aprovação final da CPMF; 2) Entrada de novos recursos do acordo com o FMI; 3) Uso de reservas para atuação no câmbio; 4) Liberação de algumas linhas de crédito para exportações. No médio prazo, a situação voltará a ficar tensa: 1) O volume de financiamentos ao comércio exterior continuará insuficiente pois os bancos continuam temendo o risco de crédito das empresas; 2) A recessão ainda vai se aprofundar, criando focos de tensão política e social.

COMENTÁRIOS

Nenhum comentário para esta notícia.

Deixe o seu comentário!

EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
EVENTOS

Comece o ano com um debate atualizado e aprofundado sobre os principais pontos da pauta política e regulatória do setor de Comunicações para o ano de 2019, as perspectivas para o novo governo e para o trabalho da Anatel, além de discussões aprofundadas sobre o modelo de regulação por incentivos e a aplicação  e implicações da Lei de Proteção de Dados para o setor de telecomunicações.

19 de fevereiro
Auditório Finatec, DF, Brasil
Top