Telefonia fixa segue junho em queda, mas índice registrado é menor do que o de maio

Foto: Stefan Kuhn/Pixabay

O serviço de telefonia fixa (STFC) teve queda de 1,0% no último mês e terminou o mês de junho com 31,5 milhões de linhas ativas. Destas, 16,9 milhões são linhas de concessionárias e 14,6 milhões são de operadoras autorizadas. Comparado com maio, a queda foi menor, já que naquele mês a redução foi de 1,2%. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira, 31, pela Anatel. Comparado com o mesmo período de 2019, a queda anual foi de 11,8%

A densidade de acesso em junho ficou em 45,2 linhas a cada 100 domicílios, sendo o Distrito Federal a unidade da federação com maior densidade: 79,13 linhas a cada 100 domicílios. No Sudeste, o estado com maior densidade de linhas ativas é São Paulo, com 76,15 linhas a cada 100 domicílios e na Região Sul, o Paraná lidera com 58,53 linhas ativas a cada 100 domicílios. No Norte, o estado com maior linhas ativas a cada 100 domicílios é o Acre, com 31,76 linhas e no Nordeste é Pernambuco, com 22,78 linhas.

A região sudeste continua sendo a região com o maior número de linhas ativas, 19,2 milhões, seguida pela Região Sul, com 5,5 mi; Nordeste com 3,1 milhões; Centro-Oeste com 2,5 milhões e Norte com 1,0 milhão de linhas. A maior queda registrada foi na região Nordeste, de 1,4%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.