Neoenergia avança com rede MPLS própria em mais três estados

Foto: Pixabay

[Publicado originalmente no Mobile Time] A Neoenergia está expandindo o seu projeto de redes Multi-Protocol Label Switching (MPLS) para transmissão de dados de seus smart grids (redes elétricas inteligentes com equipamentos digitalizados e automatizados). O projeto começou em 2021 na Neoenergia Pernambuco, mas agora será levado para a Neoenergia Cosern (RN) e Neoenergia Elektro (MS e SP).

Na operação do Rio Grande do Norte, a expectativa é concluir a instalação da rede MPLS ainda este ano, em tempo hábil para atender toda a região metropolitana de Natal. Por sua vez, a operação para São Paulo e Mato Grosso do Sul tem previsão para iniciar a instalação da rede em 2023. No momento, o projeto terminou a fase de planejamento e arquitetura de rede.

Vale dizer que, em Pernambuco, a instalação teve sua primeira fase concluída em Recife e Caruaru. A última etapa está agendada para 2023 na cidade de Petrolina, a 700 km da capital.

Notícias relacionadas

Importante lembrar que, em redes elétricas, o MPLS permite a comunicação rápida (até 50 m/s) com religadores automatizados. Na prática, a transmissão de dados via MPLS permite reduzir o tempo de recomposição de rede elétrica em caso de falta de energia.

MPN Forum

Também como parte do seu projeto de smartgrid, a Neoenergia conta com uma rede privada móvel em Atibaia/SP. O case será apresentado no Mobile Private Network Forum (MPN Forum), evento organizado por Mobile Time sobre o mercado de redes privadas móveis. O seminário acontecerá dia 12 de julho no WTC, em São Paulo. Mais informações estão disponíveis em www.mpnforum.com.br.

Deixe seu comentário