Fundo Elliot aumenta sua participação na Telecom Italia

A batalha interna na Telecom Italia continua. O fundo de investimentos norte-americano Elliot, que atualmente comanda o conselho do grupo que controla a TIM Brasil, aumentou sua participação na companhia italiana. Em comunicado enviado à Securities and Exchange Commission (SEC, o órgão regulador de mercado norte-americano) nesta quinta-feira, 31, a Elliot informou o aumento de sua participação de 8,8% (posição que detinha desde abril do ano passado) para 9,4%. Esta é a soma da participação de 6,4% por meio da subsidiária Elliot International Working Capital, além de mais 3% por meio da Elliot Working Capital.

No fato relevante enviado à SEC, a empresa expressa novamente seus planos de desinvestimento de ativos, ressaltando que, para esse projeto ser colocado em prática, o conselho não pode sofrer mudanças. Vale lembrar uma mudança na composição é exatamente o que propõe a acionista majoritária, a francesa Vivendi, que também é contra o spin-off da rede fixa. Segundo a Elliot, "qualquer mudança na composição do conselho nesta conjuntura seria em detrimento da execução e entrega dos planos de criação de valor antecipado pela emissora [a Telecom Italia]".

A Elliot argumenta que "acredita que há vários caminhos para aumentar o valor ao acionista, incluindo, mas não limitado a isso, a separação da rede de acesso fixo (NetCo) e a avaliação de opções de consolidação no mercado, assim como a conversão de suas saving shares". O fundo de investimentos se refere a ações do mercado italiano que não dão direito de voto, mas proporcionam vantagens econômicas como dividendo preferencial – o propósito é converter em ações ordinárias, como a própria Telecom Italia já propôs no final de 2015, mas que acabou não seguindo adiante.

A movimentação do fundo de investimentos levou otimismo ao mercado. As ações da Telecom Italia na Bolsa de Nova York estavam subindo 4,76% às 15h desta quinta-feira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.