Tablets chegam a 52,5 milhões de unidades vendidas no 4º trimestre

As remessas mundiais de tablets superaram as expectativas da IDC e alcançaram 52,5 milhões de unidades no quarto trimestre de 2012, um recorde para o período. Dados preliminares divulgados nesta quinta-feira, 31, pela consultoria mostram que o mercado de tablets cresceu 75,3% no último trimestre do ano na comparação com os 29,9 milhões de equipamentos embarcados no mesmo período de 2011, e 74,3% frente aos 30,1 milhões do trimestre anterior.

"O lançamento de novos produtos, de fabricantes importantes, bem como a entrada da Microsoft nesse mercado, aumentaram o interesse do consumidor e levaram a um aumento dos embarques de tablets durante a temporada de férias", destaca o diretor de pesquisa de tablets da IDC, Tom Mainelli. "O trimestre recorde está em contraste gritante com o mercado de PCs, que viu suas remessas recuarem no período, pela primeira vez em mais de cinco anos", completa.

A Apple liderou o ranking, entre outubro e dezembro, com 22,9 milhões de unidades embarcadas, um aumento de 51,6% na comparação anual. Mesmo na primeira posição, a participação de mercado da fabricante do iPad foi de 43,6% no trimestre, o que representa uma queda significativa na comparação com o mesmo período de 2011, quando detinha 51,7%.

Em segundo lugar aparece a Samsung, responsável pela remessa de 7,9 milhões de unidades, um expressivo crescimento de 259% na comparação com o quarto trimestre do ano anterior. Com isso, a fabricante coreana registrou um grande salto em seu market share, que passou de 7,3% para 15,1%.

A Amazon vem na terceira colocação, com 6 milhões de tablets embarcados, 27,6% a mais que o registrado no mesmo período do ano anterior, e 11,5% de market share. Na sequência desponta a Asus, com 3,1 milhões de tablets entregues, uma expansão de 416% em relação a igual período de 2011. A fatia de mercado da fabricante taiwanesa foi de 5,8% no período. Na quinta posição figura a Barnes & Noble, que produz o Nook, embarcou 1 milhão de unidades no quarto trimestre, 28,5% a menos que verificado um ano antes. Ela ficou com apenas 1,9% de market share no quarto trimestre de 2012.

Já a Microsoft, que ingressou no mercado de tablet no último trimestre do ano, com o lançamento do Surface, não conseguiu atingir o Top 5. No período, as remessas do tablet chegaram a apenas 900 mil unidades. "Não há dúvida de que a Microsoft está nesta corrida para competir no longo prazo. No entanto, os dispositivos baseados em seus novos sistemas operacionais Windows 8 e Windows RT não conseguiram ganhar muito terreno desde o lançamento", avalia o gerente de programa de rastreadores de dispositivos móveis da IDC, Ryan Reith. "Nós acreditamos que a Microsoft e seus parceiros precisam se ajustar rapidamente às realidades do mercado de telas menores e preços mais baixos”, destaca.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.