Nordestino é o usuário de smartphone mais "descolado", diz Google

Diretora da indústria de telecom do Google Brasil, Patrícia Muratori

O nordestino é o usuário de smartphone mais "descolado" (savvy) no País, segundo pesquisa encomendada pelo Google. Isso porque, de acordo com o levantamento, no Nordeste as pessoas utilizam com mais frequência aplicativos de táxi, transações financeiras e mapas, além de efetuarem mais compras online. A pesquisa, divulgada nesta semana pela diretora da indústria de telecom do Google Brasil, Patrícia Muratori, foi realizada pela Provokers com 1.714 usuários de smartphones entre 14 e 54 anos nas "principais regiões do País" entre junho e julho.

É no Nordeste que se encontra também os que mais efetuam buscas em smartphones relacionadas a marcas, informações, produtos, e serviços oferecidos pelas empresas de telefonia no País: 43%, contra 40% da média nacional. O Sul do país foi a região com menor frequência: 32% nessa categoria.

De acordo com a pesquisa, 41% dos "engaged advisors" – ou seja, usuários que consomem pacotes de dados acima de 1 GB e na rede 4G -utilizam apps de táxi e mapas. Esses também realizam mais transferências bancárias online: 53%, o que significa 60% a mais do que um usuário típico (que consome pacotes de dados entre 100 MB e 999 MB). Além disso, recorrem 20% mais a buscadores.

Em geral, 66% dos entrevistados consomem conteúdo de música e humor. A Provokers afirma que, para 35% dos engaged advisors, resenhas e comparativos de produtos em vídeos já fazem parte do processo de decisão de compra.

A pesquisa diz que os usuários 4G têm, em maioria, entre 25 e 34 anos e fazem parte do perfil engaged advisor. Usuários que estariam em transição do WCDMA para o LTE estão entre 35 e 44 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.