Mercado de satélites vive ciclo de inovação e novas oportunidades

O mercado de satélites está vivendo um ciclo único em sua história em termos de inovação e desenvolvimento tecnológico. Nos últimos anos, novas e revolucionárias tecnologias e estratégias de negócio têm colocado o segmento em pé de igualdade em termos de inovação e competitividade com as tecnologias de telecomunicações móveis e de fibra ótica.

O Congresso Latino Americano de Satélites, principal evento do setor, que acontece dias 15 e 16 de outubro no Rio de Janeiro, apresentará algumas destas principais tendências do mercado em relação a estas estratégias de negócio, oferta de serviços, tecnologias de construção de satélites de baixo custo e soluções de recepção mais baratas e eficientes. O evento terá forte presença de palestrantes internacionais, e será aberto por Greg Wyler, visionário norte-americano e fundador de duas das principais propostas recentes de inovação em satélites: a O3b, de satélites de banda larga em órbita média, e agora sua nova empreitada, a OneWeb, uma rede de satélites de órbita baixa que promete avanços significativos na oferta de banda larga.

Na discussão sobre novas tecnologias que estão revolucionando o mercado de satélites, destaque para as presenças de Tony Holland, da fabricante de antenas planas e compactas Kymeta/Ubicon, uma tecnologia inovadora que permite a recepção móvel diretamente do satélite sem a necessidade de mecanismos complexos de rastreamento. Andy Tillman, da SSL/Loral, também falará sobre a tendência de novos satélites elétricos e de baixo peso, que permitem lançamentos muito mais baratos e eficientes. Anand Chari, da Gogo, falará sobre modelos de serviços de banda larga embarcados em aeronaves e veículos, um mercado promissor que se abre a operadores de satélite e empresas de telecomunicações.

O evento terá ainda a presença de Michel Azibert, deputy CEO da Eutelsat, e Dolores Martos, diretora geral para as Americas da ABS, uma empresa que está iniciando a sua entrada no mercado de satélites brasileiro. Além destas palestras, também haverá a presença dos principais executivos das empresas que operam serviços de satélites no Brasil, apresentações e debates sobre o promissor mercado de banda Ka, os preparativos para os Jogos Olímpicos, as perspectivas político-regulatórias e os avanços no SGDC, o satélite brasileiro, entre outros temas.

Mais informações sobre o evento, inclusive as condições de inscrições e a programação completa, estão disponíveis pelo site do Congresso Latino Americano de Satélites . O evento é organizado pela Converge, que edita este noticiário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.