Banda larga móvel avança em todo o mundo, segundo 4G Americas

A associação setorial de provedores de serviços e fabricantes do setor de telecomunicações 4G Americas divulgou nesta quinta-feira, 30, o relatório “Explosão da Banda Larga Móvel: a Evolução Sem Fio 3GPP”, segundo o qual a banda larga móvel vem sendo aderida em massa por novos usuários em todo o mundo, sob o impulso de novas redes de alta capacidade, terminais avançados e uma grande quantidade de novos aplicativos móveis.

O relatório, desenvolvido pela consultoria Rysavy Research, destaca que, além da presença geral de HSPA no mercado, os principais desenvolvimentos na área incluem a rápida implementação de redes LTE; o lançamento de smartphones com novos e avançados recursos; a disponibilidade de milhares de aplicativos móveis em diversos ecossistemas de dispositivos; o amadurecimento de novos dispositivos como tablets; e uma melhor compreensão do que o setor precisa fazer para lidar com o crescimento exponencial da demanda por dados.

Apesar dos esforços da indústria para implementar tecnologias mais eficientes, a grande demanda já ocasiona alguns casos de congestionamento, cenário que deve se tornar generalizado a menos que mais espectro seja disponibilizado em um futuro próximo. O roteiro da tecnologia sem fio já inclui a LTE-Advanced, que deve exceder os requisitos da IMT-Advanced.

Segundo o estudo, o GSM/HSPA detém uma posição extremamente dominante em termos de assinantes, implementação e serviços, e irá representar a grande maioria de assinantes nos próximos cinco a dez anos, mesmo com a disponibilidade global de LTE.

Contando atualmente com 5,8 bilhões de conexões, a família de tecnologias 3GPP está disponível em cerca de 800 redes em 220 países do mundo. A banda larga móvel HSPA é comercializada em 476 redes em 181 países; e a tecnologia LTE já é comercializada em mais de 100 redes em 49 países, com um compromisso adicional de mais de 340 operadoras.

A penetração da banda larga móvel HSPA+ e LTE está crescendo em termos de conexões, implementações, dispositivos e evolução de infraestrutura, viabilizando aplicativos com uso mais intensivo de dados. Em um dos desenvolvimentos mais significativos da indústria em 2012, os serviços LTE foram disponibilizados em grande escala nos Estados Unidos, atingindo uma grande porcentagem da população.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.