GVT lança banda larga de 100 Mbps

Como adiantado na semana passada, a GVT anunciou nesta quinta-feira, 30, sua nova família de produto de acesso banda larga com velocidades que vão de 3 Mbps a 100 Mbps. A nova oferta está disponível em 56 das 82 cidades onde a empresa atua, área onde estão 92% dos clientes da GVT. A nova família de produtos – chamada "Power" – começará a ser vendida a partir de segunda-feira, 3.
A oferta da GVT tem algumas características que a diferenciam da oferta de concorrentes. Em primeiro lugar, o preço. Com R$ 99,90 é possível contratar a velocidade de 15 Mbps. Apenas para efeito de comparação, na Oi esse é o preço do pacote de 2 Mbps. A Oi ainda cobra R$ 150 por uma "taxa de habilitação", de acordo com o site da companhia. Além do preço, a GVT diz que entrega, de fato, a velocidade contratada. Nas concessionárias o contrato dá direito a entregar apenas 10%. No produto da GVT, segundo a empresa, o cliente também não é obrigado a contratar provedor e o modem é gratuito nas ofertas a partir de 10 Mbps. Existe um prazo de fidelidade de um ano, devido ao modem totalmente subsidiado.
A GVT diz que consegue oferecer essas condições porque tem uma rede mais nova e, por isso, planejada para a oferta de serviços de dados. O vice-presidente de marketing e vendas da GVT, Alcides Troller Pinto, explica que a topologia de rede é diferente. A GVT tem mini centrais telefônicas espalhadas pela cidade e cada central não está a mais de 400 metros dos clientes. No caso das concessionárias, segundo ele, essa distância pode chegar a 5 km.

Notícias relacionadas
Demanda
Segundo Troller Pinto, 21% dos clientes de banda larga da GVT têm velocidades superiores a 10 Mbps. Esse alto índice de adoção é explicado pelo preço. A GVT tem uma promoção, valida até o dia 31 de julho, onde o produto pode ser adquirido por R$ 59,90. Depois dessa data, entra o preço da família Power, onde a velocidade de 10 Mbps custa 69,90. O resultado dessa política agressiva de preços é que em Vitória, por exemplo, onde a empresa atua desde abril, 90% das vendas de banda larga são com velocidades superiores a 10 Mbps. "Esse mercado cresce muito rápido. É preferível estar à frente do voltar para consertar coisas", diz Troller. Ao final de junho a empresa tinha 530 mil clientes de banda larga e 2,3 milhões de linhas em serviço.
A expectativa da GVT é que 50% das vendas se concentrem nas velocidades de 10 Mbps e 15 Mbps, que custam, respectivamente, R$ 69,90 e R$ 99,90. Já as ofertas de 50 Mbps e 100 Mbps, a empresa entende que sejam mais procurada por pequenas empresas do ramo de publicidade ou arquitetura (que trabalham com arquivos pesados) ou heavy users. A família de produtos Power começa com 3 Mbps que custa R$ 49,90. Depois vem 10 Mbps, 15 Mbps, 35 Mbps (R$ 199,90), 50 Mbps (R$ 299,90) e 100 Mbps (R$ 499,90).
Tecnologia
Até 15 Mbps a GVT usará a tecnologia ADSL2+. De 35 Mbps a 50 Mbps, a tecnologia é o VDSL, para a qual é necessário um pequeno investimento de software na central correspondente. Já para velocidade de 100 Mbps, a empresa utilizará fibra-óptica até a casa do usuário, sob demanda. Nesse caso, a instalação demora de 20 a 30 dias.
Debate
A GVT participa, durante a ABTA 2009, que acontece entre os dias 11 e 13 de agosto, em São Paulo, de um debate sobre as perspectivas da ultra banda larga. Participam do painel, que abre os debates do dia 12 de agosto, a Net Serviços, a Accenture e a operadora de MMDS Acom. Mais informações pelo site www.abta09.com.br ou pelo telefone 0800 17 15028 e (11) 31384606.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.