Publicidade
Início Newsletter BT quer mais tempo para remover Huawei de redes no Reino Unido

BT quer mais tempo para remover Huawei de redes no Reino Unido

A remoção de equipamentos da Huawei de redes do Reino Unido tem se mostrado mais complexa que o esperado, a julgar pelo pedido da gigante local BT por mais tempo para o cumprimento das exigências.

Originalmente, o governo britânico deu até janeiro de 2023 para as operadoras do país removerem equipamentos da Huawei dos núcleos (core) das redes, além de limitar o uso de infraestrutura de acesso (RAN) da chinesa a 35%.

No caso das exigências para o acesso, o prazo já havia sido estendido até julho do ano que vem por conta de dificuldades geradas pela pandemia de covid-19. Agora, a BT acionou o Departamento de Digital, Cultura, Mídia e Esportes para solicitar um prazo adicional semelhante às exigências relacionadas ao core da rede.

Notícias relacionadas

A argumentação é que custos relacionados à pandemia afetaram o programa de remoção ao longo dos dois últimos anos. Entre as dificuldades apresentadas pela BT estão restrições para acesso a estações, disponibilidade limitada de recursos e atrasos nos testes e implantação de novos equipamentos de hardware.

A decisão do Reino Unido de restringir a atuação da Huawei ocorreu em 2020, seguindo abordagem defendida pelos Estados Unidos. Em solo britânico, a remoção faseada (que já foi criticada pelo parlamento local) deve ser concluída em 2027. Além de negar que seus equipamentos sejam um risco para a segurança cibernética do país, a Huawei também apontou que a medida deve causar dano à economia britânica.

SEM COMENTÁRIOS

Deixe seu comentário Cancelar resposta

Sair da versão mobile