TIM organiza campus no Inatel para testes de fornecedores OpenRAN

Foto: Pixabay

Demonstrando o interesse crescente das operadoras brasileiras no modelo de redes de acesso abertas e padronizadas (OpenRAN), a TIM está organizando um "campus aberto" para testes de novos fornecedores da tecnologia junto ao Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel) e ao Telecom Infra Project (TIP).

A informação foi revelada nesta terça-feira, 30, pelo diretor de engenharia de rede da operadora, Marco di Costanzo, durante evento online promovido pela Futurecom. Segundo ele, após provas de conceito em laboratório realizadas pelo grupo no Brasil e na Itália, pelo menos dez fornecedores "nativos" de OpenRAN foram convidados para a iniciativa no campus do Inatel em Santa Rita do Sapucaí (MG). Quatro já aderiram.

A iniciativa faz parte dos trabalhos na TIP, ou o consórcio liderado pelo Facebook para promoção de novas tecnologias em infraestrutura de telecomunicações ao lado de operadoras. "Um dos propósitos do Open Campus é avaliar estado da arte da indústria de OpenRAN e qual o estado de maturidade de cada um dos vendors", afirmou Costanzo.

Segundo o executivo da TIM, os resultados de performance, estabilidade e usabilidade no ambiente "real" (fora de laboratórios) devem embasar decisões para a implantação comercial da tecnologia. Além da tecnologia OpenRAN, iniciativas de open core também devem ser avaliadas no espaço.

As provas de conceito realizadas pela TIM até o momento contaram com a participação das fornecedoras de redes de acesso abertas Altiostar e Parallel Wireless. Vale destacar que a operadora brasileira conta com um laboratório certificado pelo TIP para testes com a tecnologia.

Modelo

Nesta terça-feira, a Vivo também revelou que está realizando pilotos de OpenRAN no interior do Nordeste. No modelo aberto, as operadoras esperam desagregar os componentes das redes de acesso, permitindo soluções abertas e padronizadas em oposição ao formato "proprietário e fechado" de estações radiobase predominante. Dessa forma, haveria maior diversidade de fornecedores além dos três grandes players (Huawei, Ericsson e Nokia) que dominam o mercado atualmente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.