Oi diz que relacionamento entre empresas de Internet e operadoras melhorou

Um embate que já dura pelo menos uma década está se tornando em uma oportunidade mútua: o relacionamento entre operadoras de telecomunicações e empresas over-the-top (OTT). Segundo o presidente da Oi, Rodrigo Abreu, "a convivência com OTTs e operadoras melhoraram muito ao longo dos últimos cinco anos", declarou ele durante evento online nesta terça-feira, 30, promovida pelo Experience Club. 

Abreu se refere ao histórico de concorrência entre as empresas, especialmente com operadoras se valendo do argumento de "mesmo jogo, mesmas regras" para questionar a regulação e tributação mais branda das OTTs. "O próprio Google e Facebook usavam a infraestrutura [de telecom] que já existia. Muita coisa mudou, e os provedores de tecnologia global entenderam e descobriram que elas capturam parcela grande do valor, mas dependem da infraestrutura que funcione", disse. 

Notícias relacionadas

Um exemplo disso foi na cooperação global entre operadoras e provedores de conteúdo de vídeo como Facebook, YouTube e Netflix para redução de qualidade de vídeo e consumo de tráfego durante fase inicial da pandemia do coronavírus para evitar estresse nas redes.

O executivo da Oi lembra que ainda há "uma zona cinzenta" na competição entre os serviços, mas afirma que são outro ambiente de discussões. "No afã das operadoras, acabou se deixando de lado a infraestrutura. Isso aconteceu por um tempo e houve competição predatória", opina. 

No entendimento de Rodrigo Abreu, as operadoras "podem e devem" se valer do modelo de serviço de valor adicionado (SVA), não apenas nas redes de celular, mas em todo os serviços. "A gente tem visto uma economia de conteúdo mais rico, quando mistura conteúdo e transmissão", declara, citando o modelo do Oi Play, um hub de serviços de streaming. "Isso foi feito na Oi, na Vivo e na ATT. Mas sempre sem esquecer o papel fundamental da infraestrutura."

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.