CTBC quer analisar perfil de uso de seus assinantes de banda larga

A CTBC pretende investir em softwares e plataformas capazes de analisar o tráfego de dados em suas redes de banda larga de ADSL, cabo e 3G. O objetivo é ser capaz de colher informações sobre o perfil de uso de internet de seus assinantes, como, por exemplo, quais sites e comunidades on-line costumam frequentar. Tais informações poderão ser vendidas para portais de internet interessados em personalizar seus anúncios. "O futuro é tornar as redes inteligentes, de forma que consigamos traçar o perfil de cada usuário. E as empresas de conteúdo vão pagar por isso, para conhecer individualmente os nossos assinantes", afirmou o CEO da CTBC, Divino Sebastião. Ele não considera a ideia uma invasão de privacidade: "não vamos olhar o conteúdo trafegado, apenas os sites acessados", explica.
O executivo argumenta que as operadoras de telecomunicações investem pesado em infraestrutura de rede, mas não obtêm o retorno merecido, deixando de participar no ganho que grandes portais de internet têm com publicidade. "As operadoras investem entre 15% e 18% de sua receita bruta. Quem não faz isso corre o risco de ficar para trás", afirma.
Segundo Sebastião, a empresa está testando softwares que em breve tornarão sua rede capaz de analisar o tráfego de seus assinantes. A CTBC tem hoje 250 mil clientes ADSL, 30 mil de 3G e 35 mil de cabo (TV paga, dados e/ou voz). O executivo participou nesta terça-feira, 30, do AmericasCom, no Rio de Janeiro.

Notícias relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.