Grupo TIM e Open Fiber avançam negociação para rede fixa única na Itália

O Grupo TIM (Telecom Italia) anunciou a assinatura de um acordo preliminar para combinação de sua rede fixa com os ativos da concorrente no mercado de fibra óptica Open Fiber, criando assim uma rede fixa única na Itália.

O memorando de entendimento (MoU) foi assinado ao lado do banco estatal Cassa Depositi e Prestiti (CDP), que é acionista das duas operadoras; e dos fundos KKR e Macquarie, sócios da Telecom Italia em sua unidade de infraestrutura e da Open Fiber, respectivamente. A intenção das partes é chegar em um acordo definitivo até 31 de outubro.

O resultado das conversas seria uma "única operadora de rede de telecomunicações não verticalmente integrada, controlada pela CDPE [braço de equity da CDP] e com participação da Macquarie e KKR, que irá acelerar a difusão da fibra óptica e infraestruturas de alta capacidade em todo o país", segundo comunicado da dona da TIM.

Notícias relacionadas

Para tal, a estruturação da operação poderá envolver o plano de segregação industrial proposto pelo comando da Telecom Italia – que pretende separar a infraestrutura de rede fixa das atividades comerciais. A estratégia completa do grupo para a cisão deve ser revelada no começo de julho, indicando assim qual rumo as negociações ao lado da Open Fiber podem tomar.

Em caso de desfecho positivo na negociação da rede única, o tema ainda deverá passar pelo escrutínio de autoridades nacionais italianas, da União Europeia e de assembleia de acionistas da Telecom Italia.

Deixe seu comentário