Velocidade nas redes móveis brasileiras cresce 25% em um ano

Antena de celular
Foto: Bruno do Amaral

[Publicado no Mobile Time] O Brasil é o terceiro país com a melhor velocidade média de download em redes móveis na América Latina, de acordo com relatório da Speedtest com base em medições feitas no primeiro trimestre deste ano. A média brasileira cresceu 25% em um ano, alcançando agora 21,3 Mbps. Nesse quesito, o País está atrás apenas do Peru (23,07 Mbps) e do México (22,02 Mbps). Depois vêm Argentina (19,78 Mbps), Chile (18,47 Mbps) e Colômbia (17,36 Mbps).

Com base nos registros de velocidades de download e upload, a Speedtest calcula o que chama de "pontuação de velocidade" (ou "speedscore"), para apontar a operadora com a melhor performance em cada mercado. As companhias do grupo América Móvil (Claro e Telcel) lideram no Brasil, no Chile, no Peru e no México, enquanto na Argentina a melhor é a Personal e na Colômbia, a TigoUNE.

O Brasil tem a pior disponibilidade de sinal 4G entre os países da América Latina monitorados pela Speedtest: 54,9%. A liderança nesse aspecto é do Peru (87,4%), seguido por Chile (78, 9%), Argentina (76,9%), México (76,7%) e Colômbia (59,3%).

Para medir a cobertura, a Speedtest combina dados de disponibilidade de sinal e de qualidade da rede, calculando o que chama de "pontuação de cobertura" ("coverage score"). Operadoras do grupo Telefônica (Vivo e Movistar) lideram nesse critério no Brasil, no Chile e no Peru, enquanto aquelas da América Móvil estão na frente na Argentina, na Colômbia e no México.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.