Em relação ao PIB, Brasil investe mais em telecom do que EUA e China

Em apresentação realizada nesta quinta, 30, na Escola Superior de Guerra, no Rio de Janeiro, o presidente do BNDES, Joaquim Levy, reiterou um dado importante para que se possa comparar os investimentos em telecomunicações em relação a outros setores de infraestrutura. Segundo números trazidos pelo presidente do banco, o setor de telecomunicações investe, no Brasil, o equivalente a 0,8% do PIB. É proporcionalmente mais do que se investe em infraestrutura de telecom nos EUA (0,7% do PIB), China (também 0,7% do PIB), União Europeia (0,5% do PIB da região) e o restante da América Latina (0,4% do PIB). Os números não são exatamente novos e existem em estudos similares do BNDES desde 2016, mas os percentuais foram reforçados pelo presidente do banco ao destacar as prioridades de investimentos do BNDES a partir de agora.

Uma comparação mais importante é com outros setores: trata-se do único setor de infraestrutura no Brasil em que o país está em níveis superiores aos de outros países, em investimentos proporcionais ao PIB. Em energia, por exemplo, o Brasil também investe 0,8% do PIB na sua infraestrutura, mas é muito menos do que proporcionalmente investe a China (2,3%) em infraestrutura energética. No caso deste setor, os EUA investem 0,7% do PIB, União Europeia e América Latina investem 0,6%.

Na área de saneamento, o país tem a situação mais crítica de investimentos em relação ao PIB. O Brasil investe apenas 0,2%, contra 0,4% da América Latina e EUA, 0,5% da Europa e 1,1% a China. O investimento médio em saneamento no Brasil é de R$ 11,6 bilhões (a título de comparação, os investimentos em telecom são da ordem de R$ 30 bilhões).

Em logística, o Brasil investe 0,5% do PIB, em linha como que se investe no restante da América Latina, mas bem atrás do que se investe na Europa, EUA e sobretudo China.

Segundo Joaquim Levy, a prioridade do novo ciclo do BNDES será investimento em infraestrutura e inovação.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.