Claro passa a operar com 700 MHz no Rio de Janeiro

Espectro eletromagnético, radiofrequência, frequência

A Claro começou a operar com a faixa de 700 MHz no Rio de Janeiro. Desde esta quarta-feira, 30, a operadora oferece a frequência para a cobertura 4G, incluindo na agregação de portadoras para a tecnologia LTE-Advanced Pro (que a companhia chama comercialmente de 4.5G). A empresa utiliza esse recurso desde o início de 2018 na capital fluminense por meio da faixa de 2,5 GHz e de 1.800 MHz (após refarming).

Naturalmente, além de maior capacidade para LTE, a faixa de 700 MHz dá à operadora maior cobertura indoor. Aumenta também a cobertura externa, uma vez que a frequência mais baixa tem alcance maior.

A Claro antecipa que deverá ativar a faixa de 700 MHz também nas cidades de Porto Alegre, São Paulo e Belo Horizonte, uma vez que nessas capitais também já será autorizada pela Anatel a operar com esse espectro após a conclusão do switch-off da TV analógica. A capital mineira deverá ser a segunda contemplada, e a tele promete começar a operar com a frequência tão logo seja liberada pela agência.

1 COMENTÁRIO

  1. Maior cobertura indoor. !!! Teorema de shannon-hartley. O problema não é cobertura, mas sim qualidade de sinal, o que irá permitir maior taxa de dados. De novo. Teorema de Shannon-Hartley.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.