Hispasat planeja satélite de grande capacidade em banda Ku e Ka para 2016

O operadora de satélites Hispasat planeja colocar, em dois anos, um satélite com grande capacidade para banda Ku e banda Ka na posição 61˚ Oeste, escolhida pela empresa para a operação na faixa Ku-BSS após vitória no leilão realizado pela Anatel no começo deste mês. A informação é da presidenta da operadora, Elena Pisonero Ruiz, que esteve esta semana no Brasil. Será o satélite Amazonas 5A, que complementará a cobertura já existente na posição com o Amazonas 3.

A Hispasat também planeja, em pouco tempo, passar a operar no Brasil um outro satélite de grande capacidade satélite em uma posição espanhola, localizado em 30˚ Oeste, e que ampliará a capacidade de cobertura de banda Ku. A operadora de satélites sofreu um revés este mês, com a informação de que o recém lançado Amazonas 4A (que ficaria na posição 61˚ Oeste) provavelmente terá sua capacidade afetada em decorrência de uma falha elétrica, que não afetará a vida útil, mas obrigará uma diminuição na quantidade de transponders ativos. Os testes que avaliarão a extensão dos danos devem ser concluídos por agora.

A operadora ainda aposta em uma parceria com a Intelsat para operar um satélite localizado na posição 55,5˚ Oeste para TV.

Segundo a executiva, a escolha da Oi por um satélite da SES para a ampliação de seu serviço de DTH não afetou as relações entre as empresas. A Oi é sócia minoritária (19%) da Hispamar, ao lado da Hispasat, e utiliza hoje o satélite Amazonas 3 em seu serviço de TV paga, por meio da Media Networks. Elena Pisonero explica que a Oi é hoje a maior cliente da Hispasat no Brasil e que a operadora defenderá essa posição no mercado. Também não existe nenhuma conversa, segundo a executiva, para que a Oi saia da sociedade da Hispamar, rumor que surgiu quando a operadora brasileira começou a se desfazer de ativos não estratégicos para fazer caixa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.