Nokia propõe análise de redes móveis em três dimensões

O planejamento das redes celulares costuma ser feito em mapas bidimensionais. Porém, a qualidade do sinal pode variar muito de acordo com a altura em que o usuário se encontra, principalmente quando se trata de áreas de grande densidade demográfica repletas de prédios altos. Além disso, dependendo dos aplicativos que forem mais utilizados em cada área, a experiência do usuário também é diferente. Diante desse cenário, a Nokia criou uma solução chamada "Smart Location Experience Optimization", que consiste na análise tridimensional da qualidade da experiência do usuário dentro das redes móveis, levando em conta também os aplicativos mais populares por região.

Notícias relacionadas
A partir de uma análise tridimensional, a Nokia propõe soluções diferentes de acordo com a experiência constatada. "Em um andar alto, por haver muita interferência externa, talvez seja bom instalar uma small cell. Em um andar baixo, pode ser que a melhor escolha seja uma funcionalidade da rede que diminua a interferência. Em outras áreas saída talvez esteja na mudança de alguns parâmetros dos equipamentos para otimizar a cobertura. Com essa análise, a operadora direciona melhor o seu Capex", explica Humberto Baptistella, diretor de otimização e planejamento de redes para América Latina da Nokia. Em uma operadora que adotou a solução houve redução de 20% em comparação com o Capex que fora planejado com base em uma análise bidimensional, afirma o executivo, mas sem citar o nome da tele, em razão de restrições contratuais.

Apps

A avaliação com base na experiência com apps é relevante porque os consumidores estão migrando cada vez mais para serviços over the top (OTT) nas redes das teles móveis. Uma recente pesquisa da Nokia nos EUA revelou que aplicativos semelhantes podem ter desempenho bastante diferente sobre a infraestrutura das operadoras. O Spotify, por exemplo, demanda seis vezes mais tráfego de sinalização que o Pandora. Há também variações significativas de acordo com o modelo do smartphone. O Galaxy S4, da Samsung, gera 60% mais sinalização que o iPhone 5S, de acordo com a mesma pesquisa feita pela Nokia.

Os benefícios da análise tridimensional proposta pela Nokia podem ser medidos também na experiência com apps. Uma operadora asiática que adotou a "Smart Location Experience Optimization" conseguiu duplicar o throughput e melhorar em 37%  o buffering de vídeos no YouTube, afirma o executivo.

A solução de análise tridimensional com apps foi lançada comercialmente em fevereiro pela Nokia e começa a ser apresentada agora para as operadoras brasileiras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.