Rezende: obrigação é lançar LTE comercialmente

Durante o anúncio do lançamento comercial da rede LTE da Oi no Rio de Janeiro na semana passada, a operadora afirmou que, por conta dos ajustes finais, poderia apenas disponibilizar, em vez de oferecer ao consumidor, a rede 4G nas outras cinco cidades-sede da Copa das Confederações (Belo Horizonte, Fortaleza, Recife, Brasília e Salvador) a partir desta terça-feira, 30. Diante dessa possibilidade, o presidente da Anatel, João Rezende, foi categórico: a obrigação é com o lançamento comercial. "A Anatel não tem dúvida que (precisa ser) oferta comercial a partir do dia 30. Iniciamos a fiscalização em várias cidades e iremos adotar todas as medidas cabíveis", disse ele.

Entretanto, não parece que será necessária alguma atitude do tipo. Procurada por este noticiário, a Oi informou, por meio da assessoria de imprensa, que, a partir desta terça, já está com o serviço 4G lançado de forma comercial em todas as seis cidades obrigatórias.

Segundo Rezende, fosse o caso da Oi não ter cumprido a meta de oferecer ao consumidor final a rede LTE nas cidades-sede, seria instituído um processo para calcular o valor da multa. "Não tem como precisar o quantitativo neste momento", garantiu, durante coletiva de imprensa no lançamento do 4G da Telefônica/Vivo em São Paulo nesta terça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

I accept the Privacy Policy

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.